O melhor café do Rio, entregue para as melhores empresas e restaurantes.


O melhor café do Rio, entregue para as melhores empresas e restaurantes.


O café de alta performance para atletas que querem otimizar seu rendimento nos treino.


 

A Empresa

Mercado interno e externo

A ValorCafé não se limita a fornecer máquinas e café de qualidade, ela é uma empresa da Valorização Empresa de Café, companhia exportadora de café que atua no Rio de Janeiro desde 1996. A Valorização negocia mais de 200 mil sacas por ano e abastece o mercado externo e interno.

Trabalhamos somente com o café Arábica, procedente das melhores regiões produtoras dos melhores grãos do país: Sul de Minas, Cerrado, Mogiana e Oeste da Bahia.

A diversidade de fornecedores garante um produto superior, uma vez que ele é selecionado entre as melhores colheitas de cada safra. O processo de preparação do nosso café é realizado na filial em Minas Gerais, o maior estado produtor, no município de Elói Mendes.

No mercado externo atendemos aos Estados Unidos, Japão, Alemanha, Itália, Grécia, países escandinavos no total mais de 30 paises. O café que exportamos é o mesmo que distribuímos torrefação do Brasil, assim como as melhores cafeterias do Rio de Janeiro.

A ValorCafé tem sua matriz no Rio de Janeiro, onde é feita a seleção de grãos e a prova do café. Incluindo um torrador de ferro de 1909, os processos são feitos de forma artesanal e realizados por experientes classificadores.

Programa Social

Estar atento às questões da sociedade também é um dos objetivos da ValorCafé, que atua de maneira consistente em ações ligadas à educação infantil. Como sócia e conselheira do Cecafé — Conselho dos exportadores de Café do Brasil — a ValorCafé é a principal participante do programa Criança do Café na Escola, coordenado por essa entidade.

Todos nós precisamos acreditar em alguma coisa. Eu acredito que vou tomar outro café.

Autor desconhecido

Eu nunca dou uma risada antes de tomar um bom café.

Clark Gable

Acredito que os humanos realizam muitas coisas maravilhosas. Não por que somos inteligentes, mas por que temos dedos opositores, que nos possibilitam fazer café.

Flash Rosenberg